fbpx

Oxxynea e Bitter Melon: dois importantes aliados no tratamento da diabetes

  • 2019 jan 31

Oxxynea e o Bitter Melon são dois tratamentos naturais que podem auxiliar no tratamento da diabetes.

O diabetes é um dos principais problemas de saúde pública no Brasil e no mundo, devido ao grande número de portadores da doença. É uma doença crônica caracterizada pela alteração na secreção e/ou na ação da insulina.

Quando há falha na secreção ou na ação desse hormônio, ocorre a hiperglicemia (níveis elevados de açúcar no sangue), que pode levar diversas complicações à saúde.

Por isso, é importante que o diabético tenha atenção aos seus hábitos alimentares e de vida, para evitar o aumento dos níveis de glicose e se prevenir das consequências da doença.

Sendo assim, quem busca o tratamento natural da doença pode contar com dois grandes aliados: o Oxxynea e o Bitter Melon, que em três meses de tratamento têm apresentado bons resultados no tratamento da doença.

O que são e como podem ajudar?

 

Oxxynea

O Oxxynea é um mix composto de 22 extratos vegetais concentrados e, portanto, com uma variada composição de polifenóis, agindo de forma sinérgica e com uma potente ação antioxidante, capaz de promover em 1 única dose o mesmo efeito que a ingestão de 400g de vegetais por dia. Contribui significativamente para a melhora da saúde cardiovascular.

Entre as vantagens desta fórmula então:

– Prevenção para a saúde cardiovascular;

– Redução na progressão de doenças cardiovasculares;

– Redução do colesterol;

– Previne o envelhecimento precoce;

– Dose pequena capaz de suprir a quantidade necessária de fitoquímicos por dia.

 

Bitter Melon

O Bitter Melon é uma terapia alternativa que tem sido principalmente usado para baixar os níveis de glicose no sangue em pacientes com diabetes mellitus do tipo II. Ele age através da redução dos danos oxidativos, inibição de enzimas de hidrólise de hidratos de carbono, preservação das células beta-pancreáticas e aumento na resistência à insulina, bem como a absorção de glicose pelas células do fígado e tecidos adiposos e periféricos.

Popularmente conhecida como melão de São Caetano ou melão amargo – Bitter Melon, em inglês – Momordica charantia L. é uma planta tropical, versátil como alimento e para aplicações terapêuticas. A ação hipoglicemiante do Bitter Melon tem sido extensivamente descrita em diversos trabalhos na literatura e pode ser atribuída, dentre outros constituintes fitoquímicos, à charantina, uma mistura de dois glicosídeos esteroidais de estrutura semelhante à insulina, e a momordicina, um alcalóide de efeito hipoglicemiante.

 

Rosy Romano é farmacêutica. Graduada em Farmácia Generalista pela UNIFACCAMP. É proprietária da +Fórmula Farmácia de Manipulação em Vinhedo

 

 

compartilhe:
keyboard_arrow_up