Busca
avançada
  1. Home
  2. Entenda as diferenças entre cosméticos tradicionais, naturais, veganos e orgânicos
Entenda as diferenças entre cosméticos tradicionais, naturais, veganos e orgânicos

Entenda as diferenças entre cosméticos tradicionais, naturais, veganos e orgânicos

  • 03/08/2020
  • 0 Likes
  • 24 Visualizações
  • 0 Comentários

Com o crescimento da tendência slow beauty, movimento que propõe um novo olhar sobre a rotina de autocuidado e beleza a partir de três pilares básicos: sustentabilidade, saúde e consumo consciente, podem surgir dúvidas sobre o que consumir. Diante da variedade de produtos no mercado de beleza, com a proposta de ‘consumo consciente’, o que realmente vale a pena levar para casa?
Para falar sobre o tema, a fundadora da marca de cosméticos orgânicos certificados, Caroline Villar, explica as diferenças entre cosméticos tradicionais, naturais, veganos, orgânicos, e a importância de ter um olhar crítico sobre a escolha do mais indicado.
“É importante entender cada categoria para que o consumidor não caia na estratégia que o mercado vem chamando de greenwashing, que são empresas e produtos que se dizem sustentáveis, mas que não são na prática. Quanto mais as pessoas se interessam por assuntos relacionados a sustentabilidade e meio ambiente, maior a necessidade de educar o consumidor sobre as diferenças de cada tipo de produto”, diz a fundadora da marca Souvie.
sabonete natural
Cosméticos tradicionais
“Cosméticos tradicionais ou convencionais são derivados de ingredientes sintéticos ou artificial, geralmente desenvolvidos em laboratórios, como petrolatos, parabenos, propileno, amônia, corantes e fragrâncias sintéticas. Esses produtos prometem resultados milagrosos, mas afetam muito a saúde da pele a longo prazo, causando reações alérgicas, intoxicação e, em alguns casos, doenças mais graves. Além disso, tais substâncias tóxicas poluem também o meio ambiente”.
sabonete natural
Cosméticos naturais
“De acordo com o Instituo Biodinâmico (IBD) e Ecocert, cosméticos naturais devem ter, no mínimo, 95% de seu conteúdo total composto de matérias-primas naturais, como manteigas e óleos vegetais, lanolina, corantes e pigmentos naturais, óleos essenciais, extratos vegetais, minerais e polímeros naturais. E não devem conter vários outros componentes, como derivados de petróleo, corantes e fragrâncias sintéticas, silicone, além de não poderem ser testados em animais”.
Cosmético veganos
“O cosmético vegano não pode conter ingredientes de origem animal, como mel, leite, cera de abelha e derivados – sendo alguns desses permitidos em cosméticos naturais, por exemplo. E é importantíssimo que ele não tenha sido testado em animais. Porém, esse tipo de cosmético pode não ser natural ou orgânico. Além disso, é possível que ele seja totalmente sintético e ainda assim ser considerado vegano”.