fbpx

Home Food é a nova tendência! Brasileiros preferem pôr a mão na massa em ocasiões especiais

  • 2018 dez 10

O clima natalino está no ar e já invadiu as casas de todo o país. A comemoração religiosa é tão mágica que conquista até mesmo os menos devotos. As decorações cheias de brilhos e as receitas especiais são fortes características dessa época, que é seguida pela animada festa de réveillon, para celebrar a chegada do ano novo.

O momento é um dos mais oportunos no mercado, pois as vendas impulsionam o comércio, inclusive no setor gastronômico. Mas, ainda assim, na hora de preparar as ceias ou, até mesmo um jantar especial, os brasileiros estão optando pela boa e velha comida caseira.

Todo o glamour das comemorações e a agitação dos restaurantes mais badalados estão dando lugar às celebrações mais intimistas, preparadas em casa. Quem sai ganhando com essa nova tendência é o ramo alimentício, que intensifica as vendas dos produtos sazonais, mas, de acordo com especialistas, quem também acumula muitas vantagens com este hábito é a saúde. Além disso, a prática ainda pode fazer muito bem ao bolso, já que os custos para preparar a própria ceia costuma ser mais reduzido em comparação com os preços de alimentos prontos ou restaurantes especializados.

Na cozinha

De acordo com a pesquisa “Hábitos Alimentares do Brasileiro – preferências, dietas e tendências de consumo”, que contou com 1.021 participantes de diversas regiões do país na edição de 2018, quando se trata de uma ocasião especial, seja uma comemoração romântica, um jantar de bodas ou, até mesmo, as festas de final de ano, mais de 80% dos entrevistados prefere preparar as receitas típicas e mais elaboradas em casa. Isso mesmo, nada de ceias prontas ou restaurantes luxuosos, a maioria escolhe colocar a mão na massa, seja para receber os convidados em um local familiar e aconchegante ou, até mesmo, para pôr em prática e demonstrar seus dotes culinários.

Ainda segundo o levantamento, cerca de 14% prefere jantar fora, seja para aproveitar a oportunidade de conhecer bons restaurantes, seja pela praticidade ou, até mesmo pela falta de talento com as panelas. Por outro lado, 3% dos entrevistados ainda preferem comprar algo pronto para servir em casa, pois não sabem cozinhar ou não dispõem de tempo. E apenas 1% decide contratar um profissional para preparar o jantar especial na residência.

Home food

Essa tendência, de “comer em casa”, chegou no país após a virada do século e começou de forma tímida, mas ganhou destaque acelerado devido aos percalços da economia brasileira. Diante da crise e da necessidade de economizar, muitas pessoas se renderam ao hábito de cozinhar para não deixar passar “em branco” as ocasiões especiais. Além disso, a gastronomia nunca esteve tão em evidência como nos últimos tempos. Prova disso são os programas de receitas e realities shows culinários que conquistaram uma enorme audiência e fazem cada vez mais sucesso na televisão e na internet.

As pessoas estão deixando os buffets e restaurantes de lado para encarar o fogão na hora de preparar a mesa farta das ceias . Além do bolso, as vantagens também se estendem à saúde. De acordo com a nutricionista Juliana Tomandl, preparar uma refeição caseira soma diversos benefícios à dieta e ao organismo das pessoas: “Preparar o jantar especial ou, até mesmo, uma ceia em casa é potencialmente mais benéfico, tudo vai depender das escolhas feitas, mas, em geral, é de longe a melhor escolha em comparação com as refeições prontas ou industrializadas” – afirma.

Encarar as panelas para preparar refeições especiais também requer escolhas inteligentes. Para quem preza pela saúde, é possível montar um menu mais saudável, com proteínas como protagonistas e carboidratos e gorduras reduzidos. Isso favorece, inclusive, aqueles que estão de dieta e não querem perder a linha com as festas de fim de ano. Além disso, o corpo também agradece, já que as temperaturas quentes do verão no Brasil pedem refeições mais leves e balanceadas para manter o organismo trabalhando no ritmo certo.

Fonte: Banca do Ramon 

compartilhe:
keyboard_arrow_up