Criolipólise: 10 mitos e verdades sobre o tratamento estético

  • 2019 fev 18
A criolipólise é um tratamento que elimina a gordura localizada por meio de baixas temperaturas

 

Sucesso nas clínicas estéticas, a  criolipólise  está sendo chamada de “a nova lipoaspiração”, com a diferença de não ser um procedimento cirúrgico.

Desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, a criolipólise usa baixas temperaturas para acabar com a gordura localizada. O aparelho é colocado na superfície da pele, provocando o congelamento das células de gordura. Em consequência, o corpo entende que elas não fazem mais parte do organismo e as expele naturalmente. O resfriamento controlado age danificando seletivamente as células adiposas, que são mais sensíveis ao frio, sem causar qualquer dano a nervos, músculos e outras estruturas próxima.

Para que não haja dúvidas sobre a funcionalidade do método, a esteticista Christiane Perin desvenda os principais mitos e verdades que rondam o procedimento.

 

Criolipólise emagrece?

MITO. A criolipólise comum elimina a gordura localizada enxugando apenas medidas. Para quem não conhece o método, a criolipólise é um tratamento que elimina a gordura localizada por meio de baixas temperaturas. Em algumas clínicas existe a Criolipólise Método 360°, que consiste na junção de procedimentos que, além de reduzirem medidas, ajudam também na perca de peso. Na criolipólise comum, a paciente consegue eliminar, no máximo, 30% de gordura da área tratada. No método 360°, além de dobrar essa porcentagem, é possível sentir diferença na balança, já que o tratamento visa a associação da criolipólise com outros equipamentos

 

A Criolipólise pode ser feita em todas as partes do corpo?

MITO. A criolipólise pode ser realizada nas principais partes do corpo em que se concentram as gordurinhas indesejadas, como flancos, abdômen, parte interna das coxas, joelhos, braços, costas e a papada. Apesar do procedimento poder ser aplicado em várias regiões, cabe destacar que não é indicado se há pouca gordura localizada.

 

É possível obter resultados rápidos?

VERDADE. Na criolipólise Comum é possível obter resultados em até 30 dias, além de uma redução de até 5 cm de circunferência abdominal. No método 360° esse processo é ainda mais acelerado. Após 3 dias do congelamento da gordura já é possível notar diferença no corpo. Além disso, na criolipólise 360° a circunferência abdominal cai em até 10 cm.

 

Grávidas não podem realizar o tratamento de criolipólise?

VERDADE. Assim como diversos outros procedimentos, por questões de segurança as gestantes não podem fazer a criolipólise. Após seis meses do parto elas já podem recorrer ao procedimento tranquilamente. Já em relação a amamentação, ao contrário do que muitos pensam, o tratamento não é contraindicado.

 

O tratamento dói ou causa queimaduras?

MITO. Por não se tratar de um tratamento invasivo, a dor é quase nula. O que pode acontecer é um pequeno desconforto na hora que a máquina do congelamento suga a pele, mas é algo que passa rápido. O o que pode ocorrer em alguns casos é uma vermelhidão na pele, mas é algo passageiro e que o paciente não precisa se preocupar. Em relação às queimaduras, não há o que se preocupar. Para se evitar o congelamento da pele, uma manta embebida em material anticongelante é posicionada sobre a área a ser tratada. Há um risco mínimo de a pele sair queimada após o congelamento. Desde que os equipamentos sejam de alta qualidade e estejam dentro da garantia, não há com o que se preocupar.

 

Apenas uma sessão de criolipólise resolve?

MITO. Normalmente para obter um resultado satisfatório em apenas uma sessão, a paciente precisa ser bem magrinha e ter apenas uma gordurinha localizada. Mas na maioria dos casos é necessário um número maior de sessões. Tudo vai depender da quantidade de gordura presente no corpo. No método 360° trabalhamos com um combo de procedimentos que preparam o corpo para uma única sessão de congelamento de gordura, mas na criolipólise comum, normalmente são necessárias pelo menos cinco sessões, que são aplicadas uma vez em cada área.

 

É necessário repouso após o procedimento?

MITO. “Vida normal após o congelamento da gordura”, explica Christiane. Segundo a profissional, não há nenhuma atividade que não possa ser realizada após o procedimento. Muito pelo contrário, praticar exercícios físicos, por exemplo, ajuda aumentar o metabolismo e a queimar calorias mais rápido, o que aliado a criolipólise, pode oferecer ótimos resultados.

 

É preciso esperar um tempo para congelar uma mesma área do corpo?

VERDADE. São necessários no mínimo 30 dias para congelar uma mesma área do corpo. Esse tempo é necessário para que o organismo passe pelo processo inflamatório e se recupere. Mas caso a segunda sessão for realizada em outra parte do corpo, esse tempo de espera não é necessário.

 

Apenas um médico pode realizar o congelamento da gordura corporal?

MITO. Dermatologistas, esteticistas, fisioterapeutas e biomédicos podem realizar o treinamento. O que o paciente pode, e deve,  exigir é o diploma de formação do profissional. É uma forma de garantir que o profissional realmente está capacitado para aplicar o congelamento.  Outra dica é observar a tabela de preços do local onde o tratamento irá ser realizado. Desconfie de valores muito abaixo do mercado. Também é preciso ficar atento nas certificações das máquinas de congelamento. Mantas fora da validade ou de procedências não confiáveis podem causar graves queimaduras na pele.

 

É permitido fazer diversas sessões de criolipólise em uma única região?

VERDADE. Desde que se respeite o intervalo de pelo menos 30 dias após a primeira sessão, não há restrições de quantidade. Porém é importante o paciente ter ciência que o tratamento tem a finalidade de reduzir medidas. Muitas pessoas optam por fazer várias vezes, pois desejam ver redução na balança. Mas apenas a criolipólise, de modo isolado, não ajudar a eliminar os quilos que julgamos excedentes.

 

 

compartilhe:

Postagens Relacionadas

keyboard_arrow_up
Please turn AdBlock off