fbpx

Aprenda a preparar o Bacalhau a Marques, tradicional receita do Restaurante Tasca do Douro

  • 2019 abr 09
Maria Teresa, do Tasca do Douro, ensina a preparar o Bacalhau a Marques, uma receita de família

Tradição da culinária portuguesa, o bacalhau também não falta na mesa brasileira na Semana Santa.

Delicioso e fácil de fazer, o Bacalhau a Marques é um dos pratos mais pedidos no restaurante português Tasca do Douro, em Vinhedo.  Uma receita de família que Maria Tereza de Carvalho Costa Ferreira trouxe de Portugal para o cardápio da casa.

Conhecido como Bacalhau com espinafre, o prato era servido em um dos restaurantes de seu avô em Lisboa, o Marques, na década de 1940. A receita passou de geração para geração, do tio para a prima, até chegar às mãos de Tereza e ser batizado de Bacalhau a Marques, em homenagem ao avô.

“É uma receita simples e muito saborosa. Você pode preparar de manhã, deixar na geladeira. Antes de servir é só levar ao forno para gratinar”, ensina Tereza.

Como leva purê de batata, é um prato completo, mas que também pode ser servido com arroz ou salada verde, conforme os costumes de cada família.

O segredo deste prato está na combinação do espinafre. “O bacalhau combina muito bem com ingredientes que tenham acidez, por isso fica delicioso com espinafre”, explica Teresa.  Quem preferir,  pode usar o brócolis.

E aqui vai uma dica de ouro da Teresa: “Toda a diferença de um prato de bacalhau é a escolha correta do peixe”.  O  Gadus Morhua, bacalhau nobre, pescado no Atlântico Norte, o tradicional bacalhau da Noruega, e por ter uma consistência mais macia, é o  mais recomendando para esse tipo de prato. “Apesar de ser mais caro, é  mais aproveitado e deixa o prato mais saboroso”, destaca.

Dê preferência ao azeite  extra- virgem, com acidez recomendada de 0,5%, de primeira prensagem.

Para acompanhar o seu almoço, um bom vinho. “O bacalhau é um dos poucos peixes que pode ser servido tanto com vinho branco com o tinto”. Para uma combinação perfeita, Teresa recomenda harmonizar com o vinho verde, produzido em Portugal.

Confira a receita completa:

 

O prato leva basicamente três ingredientes: bacalhau, purê de batata e creme de espinafre. Acompanhe, passo-a-passo como preparar em casa

 

Bacalhau a Marques  (Tasca do Douro)

 

Para o bacalhau Ingredientes:  300gr de bacalhau;  ½ cebola;  1 colher de chá de alho picado;  50 ml de azeite. Preparo:  Em uma frigideira, coloque o azeite refogue o alho, e em seguida acrescente a cebola e o bacalhau já picado. Refogue até incorporar.

Dica para dessalgar o bacalhau; Uma posta de 200 gramas deve ficar de molho em água durante 48 horas. A água deve ser trocada de 12 em 12 horas. A proporção deve ser 2/3 de água e 1/3 de bacalhau. Deve-se deixar na geladeira.

 

Para o creme de espinafre  Ingredientes:  100g de espinafre fatiado;  2 dentes de alho picado;  100 ml de molho branco (veja receita no fim da matéria).  Preparo:  Em uma frigideira, frite o olho até dourar. Refogue o espinafre. Acrescente o molho branco, o creme de leite e corrija o sal.

 

Para o Purê de batata: Prepare um purê de batata a sua preferência. Use cobrir o prato.

 

Montagem  Em uma travessa de barro oval, faça uma camada de espinafre no fundo da travessa, em seguida coloque o bacalhau e cubra com o purê de batata. Coloque um pouco de creme de leite para cobrir. Leve ao forno para gratinar. Decore com azeitonas pretas e folhas de manjericão. Sirva quente.

Sugestão: Você também pode montar pratos individuais, como o da foto.

 

 

Molho Branco:  Ingredientes: 100 ml de creme de leite;  1 colher de sopa de manteiga. Preparo:  Comece preparando o molho branco: 1 e 1/2 colher de sopa de manteiga, 1 e 1/2 colher de sopa de farinha, 300 ml de leite , noz moscada, sal e pimenta do reino a gosto. Misture em fogo baixo a manteiga e a farinha mexendo sempre. Acrescente o leite aos poucos mexendo para não empelotar.  Use um fouet para facilitar. Quando engrossar, retire do fogo e tempere com o sal noz moscada e pimenta. A consistência deste molho não deve ser espessa e sim mais fina porque ele ainda vai ao forno. Se empelotar pode bater com um mixer e levar aí fogo novamente. Reserve.

 

Fonte: Receita: Restaurante Tasca do Douro/ Texto: Ana Paula Bardella / Fotos:  Rebeca Von Zuben

 

compartilhe:
keyboard_arrow_up